Alguns comentários de leitores

“MSOT me surpreendeu porque mostra o mundo de personagens sem estereótipos específicos de um grupo de pessoas. Nele vemos antes de tudo seres humanos com suas preferências e crises pessoais, com as quais qualquer um de nós pode se identificar. Para completar, o enredo leva a um final totalmente inesperado, e fora da tendência piegas em que tudo termina bem. A vida não é sempre assim, e o realismo do livro mostra essa vida que todos conhecemos.”
Margarete Dias Pulido Professora licenciada pela USP, consultora de redação empresarial e tradutora de livros – site para contato.

“Já perdi as contas quantas vezes me vi sorrindo, chorando, me emocionando e me identificando com os personagens. O mais incrível que “Mentiras Sobre O Travesseiro me fez lembrar de coisas que achei que estavam perdidas na minha memória!”
Leandro Moraes – Leitor

“MSOT me deixou com lágrimas no olhos; muitas idéias e conceitos mudados. Valeu a pena ler cada página e se ver nas ações dos protagonistas. Mega abraço para o escritor Raphael Mello; que soube dar o peso certo a essa historia tão linda; mágica e verdadeira ao mesmo tempo.”
Thyago Silva – Leitor

“Sinto que “MSOT” mudou o prisma como eu via certas “coisas” do mundo; como as páginas te fazem refletir, chega a ser assustador ver cenas, atitudes e comportamentos dos personagens que são um reflexo de coisas que faço ou fiz. Eu poderia escrever um livro chamado “Coisas que aprendi com Mentiras Sobre O Travesseiro”
Alexandre Castro – Leitor

“Ler MSOT amadureceu a ideia que eu tenho de estar com uma pessoa e me ajudou não só pelo fato de ser gay e ver um universos que eu entendo ali, mas muito além disso ensinar para qualquer um as dificuldades e as delicias de assumir uma vida a dois com quem amamos. Eu me vi ali onde eu percebi onde errava. Sempre tendo a ter micro relacionamentos quando fico solteiro e não foco em mim a responsabilidade de construir algo maior. Ler uma experiência positiva, de crescimento e amadurecimento, me fez pensar porque não eu posso fazer assim, mesmo com dificuldades ter um lugar pra chamar de meu com quem eu amo.”
Vinicius Rocha – Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>