Por que os relacionamentos mesmo com amor terminam muitas vezes com raiva?

Atualizado: Jun 10

Por que as pessoas se prendem a ele para seguir em frente?

Um término é cheio de explosão de emoções e tudo pode virar um barril de pólvora próximo de uma faísca. Nítido que a raiva ajuda a diminuir a rejeição ou desconfortos que sentimos após um término. Mas este sentimento alimenta o ódio e provoca diversos sintomas negativos na saúde metal e corporal que afetam como vamos tocar a futuras relações.

Entendo que quanto mais tentamos conversar pior fica. Um sábio já dizia, não adianta explicar algo quando o ouvinte não quer entender. E é difícil não sentir raiva quando o término é cheio de inverdades ou provocações. Muitos já se apegam ao lema "a fila andou" e podem machucar mais ainda quem está processando tudo o que aconteceu. Quando o correto seria ambos fazerem isso. Reavaliar as atitudes, atos, palavras faz parte para um crescimento orgânico. Na vida nada é eterno, apenas nossas atitudes e memórias. Então, cuidado com suas palavras e ações.

A mente se confunde amor versus ódio. O tempo cura? Não sei, talvez o ódio seja realmente algo necessário, mas ainda acredito que o perdão a si ainda é caminho.

Se errou, peça desculpas pra você mesmo, seja sincero consigo e siga adiante. Não seja uma mula autocentrada que dá coice. Se fez isso tudo e não teve paz, se isole por cinco minutos e faça uma meditação emanando amor, isto é o melhor tratamento que possamos ter conosco.

Raiva alimenta o ego, e quando ele está governando a mente não temos habilidade de nos ouvir e tropeçamos em atos errados. Raphael Mello







4 visualizações
  • Facebook
  • Instagram

©2020 por Mentiras Sobre O Travesseiro.